Os Mundos de Liz #621

setembro 07, 2021


Publicado por Daniel Brandão

O Estúdio Daniel Brandão produz quadrinhos, ilustrações, criações de personagens e mascotes. Aqui também são oferecidos cursos de Desenho, HQ, Desenho Avançado e Mangá, além de aulas particulares.

Capitão América: Sam Wilson por Daniel Brandão

setembro 01, 2021


Publicado por Daniel Brandão

O Estúdio Daniel Brandão produz quadrinhos, ilustrações, criações de personagens e mascotes. Aqui também são oferecidos cursos de Desenho, HQ, Desenho Avançado e Mangá, além de aulas particulares.

Os Mundos de Liz #620

agosto 31, 2021


Publicado por Daniel Brandão

O Estúdio Daniel Brandão produz quadrinhos, ilustrações, criações de personagens e mascotes. Aqui também são oferecidos cursos de Desenho, HQ, Desenho Avançado e Mangá, além de aulas particulares.

Luzia: de Zé Wellington e Débora Santos

agosto 25, 2021


O ano era 1903. A escola literária do Simbolismo vivia sua fase áurea, mas o movimento Naturalista ainda trazia produções contundentes e expressivas. Dentre estas, o cuidadoso trabalho do abolicionista republicano e sobralense Domingos Olímpio: Luzia-Homem.

O romance, grande referência literária cearense, passa-se em 1878, quando da construção do presídio da cidade de Sobral e período de uma das mais terríveis secas do Estado do Ceará. Luzia, uma retirante reconhecida por sua extrema força – o que lhe garante o apelido que dá título à obra -, é personagem central do romance que possui traços
cientificistas, deterministas e regionais, e trata de questões humanas, como injustiças, diferenças de classes, “retirantismo” e vingança, bem como o tragicismo característico da época.

Luzia-Homem, sob vários prismas, é uma obra à frente de seu tempo – academicamente antecedendo, inclusive, o Modernismo, que só despontaria alguns anos depois – e suas questões ainda hoje são relevantes. É em meio a essa ponte de significados que Zé Wellington e Débora Santos apresentam uma adaptação em quadrinhos do romance:
Luzia (Editora Draco, 2021) – como é indicado às primeiras páginas – é uma obra original que toma o livro de Domingos Olímpio como base para falar sobre assuntos diversos como a forma como a mulher é vista pela sociedade, assédio, preconceito, determinação e os impactos sociais do movimento retirante. A dupla consegue tornar o trabalho de Olímpio ainda mais atual, sem retirá-lo de seu tempo ou mesmo “modernizá-lo”, adequando, inclusive,
os diálogos originais e ampliando os temas do livro.

Há inúmeras motivações na adaptação de obras literárias – principalmente os clássicos – para quadrinhos: desde o amor das autorias ao escrito original a uma questionável “catequese” acadêmica para trazer estudantes aos livros. Para Zé Wellington, roteirista da obra e também sobralense, os motivos tiveram uma natureza bem pessoal: “Um dia me dei conta que ninguém nunca tinha adaptado essa obra e eu fiquei muito inclinado a tentar”. O autor chegou a afirmar se sentir em dívida com a cidade se não conseguisse encaminhar tal projeto.

Inquirida sobre a possibilidade dos quadrinhos como caminho à literatura, Débora Santos, uma das mais profícuas e requisitadas artistas de HQ do estado, ponderou “Definitivamente quadrinhos não são literatura, são uma linguagem
própria, e talvez essa compreensão equivocada de que quadrinhos se encontram no campo semântico da literatura dificulte uma abordagem interessante dessa mídia nas salas de aula”. Talvez por isso, Luzia é diferente de muitas adaptações que procuram preservar o material original, mas acabam por minguar-se à linguagem dos quadrinhos, perdendo-se em recordatórios longos com o texto original, deixando a narrativa imagética de lado. É na escolha
dessas imagens que vem um dos grandes trunfos de Luzia: Débora utiliza com extrema presteza sua experiência em quadrinhos (que já a garantiu trabalhos aqui e no exterior), referenciando-se em obras e pinturas históricas para criar personagens cujas personalidades são resgatadas ao primeiro olhar, criando um amálgama ideal ao texto de
Zé (roteirista que, entre as vitórias, está o HQ Mix, prêmio máximo do mercado nacional de HQs), que procura ser reduzido e objetivo, distanciando-se da “literatura ilustrada” e trazendo uma obra que, apesar de sua fonte erudita, é uma história em quadrinhos em sua mais sincera definição.

Luzia está à venda no site da Editora Draco e pela Amazon do Brasil.

Publicado por Daniel Brandão

O Estúdio Daniel Brandão produz quadrinhos, ilustrações, criações de personagens e mascotes. Aqui também são oferecidos cursos de Desenho, HQ, Desenho Avançado e Mangá, além de aulas particulares.

Os Mundos de Liz #619

agosto 24, 2021


Publicado por Daniel Brandão

O Estúdio Daniel Brandão produz quadrinhos, ilustrações, criações de personagens e mascotes. Aqui também são oferecidos cursos de Desenho, HQ, Desenho Avançado e Mangá, além de aulas particulares.

Inscreva-se para receber atualizações no seu e-mail

Estúdio Daniel Brandão

Av. Santos Dumont, 3131A, sala 817, Torre Comercial do Del Paseo, Aldeota.
Fortaleza – CE . CEP: 60150 - 162
+55 (85) 99277.9244
[email protected]

Estúdio Daniel Brandão • todos os direitos reservados © 2021 • powered by WordPress • Desenvolvido por Iunique Studio